Região Sul/ES,


Busca

Por Helio Barboza

Em nome...

09.07.2018

 

Razões explicadas à parte, a questão agora é: qual será o nome apresentado pelo governador Paulo Hartung para sucedê-lo comprometido a tocar adiante as diretrizes e modelo de seu governo.

 

Hartung, que certamente não tomou essa decisão de forma açodada, tem na manga o nome escolhido. 

 

As tendências apontam que este nome seria o do senador Ricardo Ferraço (PSDB), respaldado pelos 12,8% alcançados na preferência do eleitorado capixaba para o Governo do Estado, segundo a última pesquisa estimulada do Instituto Enquet.

 

Caso não haja surpresas de última hora, tudo leva a crer que, dessa vez, diferente de 2010, Ricardo Ferraço será o nome escolhido por Paulo Hartung para a disputa do Palácio Anchieta

 

Definido esta questão, agora vem o outro lado desta história. Até então, em uma eleição em que já se previa a polarização da disputa entre Hartung e Casagrande, com as pesquisas mostrando empate técnico entre os dois então candidatos, sinal que o acirramento seria natural, como fica agora, sem Hartung e contra outro adversário??

 

Sem deixar de frisar que um dos maiores apoiadores de Casagrande nesta campanha tem sido um dissidente do grupo Hartung, de quem se declarou rompido politicamente, que é o deputado demista, Theodorico Ferraço, pai do senador Ricardo Ferraço.

 

O governador sabe de tudo isso, assim como o senador, o deputado e o Renato também sabem.

Emblemática, caso confirme esta escolha. Qual a mensagem que o governador quis passar com esse movimento? Seria apenas mais uma ‘cartada’ ou seria, de forma subliminar, um gesto de nobre republicanismo, um aceno em nome da pacificação do campo político estadual?

 

Aguardar para ver.

Vídeos
-->