Região Sul/ES,


Busca

Saúde • Geral

Não adianta lavar vegetais com limão e vinagre: veja como higienizá-los

Por | 29.06.2020

A higienização também vale para os orgânicos  - iStock

Você já parou para pensar no caminho que frutas, verduras e legumes percorrem até chegar à sua mesa?

Eles estão expostos a todo tipo de micro-organismos e sujeiras durante o cultivo, nos locais onde ficam armazenados, no transporte e quando são manipulados por feirantes ou funcionários de supermercados e hortifrútis.

A única forma de se livrar do quer que tenha contaminado esses alimentos é fazendo uma boa higienização.

O problema é que algumas pessoas preparam receitas caseiras ou seguem sugestões da internet para remover sujeiras, fungos e bactérias de vegetais e frutas.

Tem gente que usa detergente, sabão, água oxigenada, tintura de iodo, carvão ativado, argila, vinagre, limão e até castanha-da-índia, embora essas substâncias não sejam recomendadas por especialistas ou pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Utilizar certos produtos químicos para desinfetar os alimentos não é uma boa ideia. "Isso pode trazer riscos à saúde porque dependendo da tipologia do produto, ele pode ser absorvido de forma mais intensa no alimento. E depois no enxague, não ser completamente liberado", explica Juliano De Dea Lindner, professor do departamento de ciência e tecnologia de alimentos da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina). Ou seja, as substâncias tóxicas acabam sendo ingeridas. Por outro lado, receitas inofensivas à saúde, como as preparadas com vinagre e limão, não retiram os microrganismos. Para essa finalidade, a solução mais indicada é o hipoclorito de sódio. Primeiro os alimentos devem ser lavados em água corrente e depois mergulhados num recipiente com uma colher de sopa de hipoclorito de sódio para cada litro de água. Após 15 minutos, é só enxaguar bem. Se você ainda assim se sentir inseguro com a limpeza, há quem repita o procedimento, deixando os vegetais e frutas de molho por mais cinco minutos. Muita gente confunde o hipoclorito de sódio com a água sanitária e de fato ela contém esse mineral (NaClO), no entanto, o produto de limpeza pode conter outras substâncias em sua composição.

Cuidados além da substancia de limpeza O hipoclorito de sódio não faz milagres se a higienização for malfeita. "É importante que a seleção das frutas e hortaliças seja feita com cuidado e atenção, descartando as partes estragadas, sujeiras, larvas e insetos", orienta Márcia Terra, nutricionista membro da diretoria da SBAN (Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição). No caso das folhas, elas precisam ser lavadas uma por uma. E a limpeza deve ser mais caprichada nos alimentos que serão consumidos crus ou com a casca. Lembrando que é fundamental usar água potável ou tratada nesse processo. Os cuidados também incluem o uso de uma escova de cerdas macias —exclusiva para a limpeza de frutas e vegetais — que consegue remover a terra e outras sujeiras que ficam grudadas. Depois que os alimentos são higienizados com o hipoclorito de sódio, é necessário secá-los bem em uma centrífuga ou com o auxílio de um pano limpo. "A água pode ser um suporte com substrato para o melhor desenvolvimento de bactérias ou fungos. Por isso, o alimento precisa ser guardado com o menor volume de água possível", afirma Lindner.

Só então eles estão prontos para serem guardados na geladeira, embalados em um saco plástico ou recipiente hermeticamente fechado. E é bom que eles não fiquem muito tempo fora dela, principalmente em dias quentes, para não estragar. Outra dica é nunca cortar frutas, legumes e verduras com a mesma faca que antes foi utilizada em carnes cruas, por exemplo, pois o utensílio pode levar microrganismos para esses alimentos e causar uma contaminação cruzada. O mesmo vale para a tábua de corte, que precisa estar lavada e seca. Lave bem as mãos O perigo não está apenas nas bactérias e fungos que podem estar nos alimentos que compramos. A contaminação pode vir das nossas mãos, que frequentemente tocam em celulares, torneiras, maçanetas de portas e outras superfícies e objetos onde microrganismos costumam estar presentes. Por esse motivo, a recomendação é tirar os acessórios e lavar bem as mãos antes de higienizar verduras, legumes e frutas.

Como os micróbios também podem acumular debaixo das unhas, é aconselhável mantê-las curtas. "A mão é um vetor extremamente importante de contaminação cruzada, que pode encontrar no alimento uma estrutura muito rica do ponto de vista de nutrientes para se desenvolver", salienta Lindner. Em outras palavras, o microrganismo encontra a condição perfeita para se instalar no alimento. Orgânicos X não orgânicos Uma dúvida que muitas pessoas têm é se as frutas e vegetais orgânicos e não orgânicos precisam dos mesmos cuidados. "Não é porque o alimento é orgânico que ele está livre de contaminação. A contaminação pode ocorrer por diversos fatores como sujidades, insetos, larvas, lesmas ou manuseio impróprio no transporte e na comercialização", ressalta Terra. A única diferença entre os dois é que os orgânicos não têm agrotóxicos. Por falar nos defensivos agrícolas, a internet está cheia de receitas para eliminá-los. Mas não é bem assim. Tanto a higienização convencional à base de cloro quanto a feita com outras substâncias apenas reduzem a quantidade de inseticidas, fungicidas e herbicidas.

Uma das receitas mais famosas contra eles é o bicarbonato de sódio. Um estudo feito na Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, mostrou que maçãs lavadas por 15 minutos em uma solução de bicarbonato de sódio a 1% diluído em água (10mg/mL) ficaram praticamente livres de dois tipos de agrotóxicos. Mas os que penetraram na casca não foram removidos. Saúde em risco Vegetais e frutas podem conter microrganismos patógenos e deteriorantes, que são responsáveis por várias doenças transmitidas por alimentos. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), existem mais de 200 tipos de doenças como essas, sendo que a maioria são infecções causadas por bactérias, vírus e parasitas, quue costumam causar náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre. O risco começa quando o alimento ainda está no campo, onde animais circulam e podem transmitir doenças, o que ocorre com uma frequência ainda maior em hortaliças que são cultivadas no quintal de casa. "Podem ser causadas diarreia, verminoses, parasitoses e toxoplasmose", enfatiza Jean Gorinchteyn, infectologista do Instituto de Infectologia Emilio Ribas.

Se a pessoa que vai manusear o alimento não estiver com as mãos limpas, ela também contribui para essa contaminação. "Uma das grandes preocupações que a gente tem é com as mãos porque algumas verminoses, como a oxiuríase, podem ter passado por aí", acrescenta o especialista. Portanto, a melhor forma de manter as doenças longe é higienizar bem as mãos e os alimentos. 

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Substâncias contidas em alguns produtos químicos podem ser absorvidas em frutas, verduras, legumes e precisam ser higienizados
  • O hipoclorito de sódio é a única solução recomendada para essa finalidade
  • Só fazer a higienização com o produto à base de cloro não resolve. Se as mãos não estiverem limpas, elas podem contaminar os alimentos
  • Vegetais e frutas não devem ficar muito tempo fora da geladeira, nem serem guardados úmidos
  • Alimentos orgânicos e não orgânicos precisam dos mesmos cuidados
  • Frutas, verduras e legumes não higienizados podem causar diarreia, verminoses e parasitoses
Com mais duas vítimas fatais, Marataízes chega a 36 óbitos provocado pelo Covid
CORONAVIRUS

Com mais duas vítimas fatais, Marataízes chega a 36 óbitos provocado pelo Covid

Samarco estima voltar atividades até o final deste ano
Economia

Samarco estima voltar atividades até o final deste ano

Saia midi: veja como combinar essa queridinha do outono/inverno com estilo e conforto
MODA & TENDÊNCIAS

Saia midi: veja como combinar essa queridinha do outono/inverno com estilo e conforto

5 plantas medicinais que tratam problemas de saúde
Saúde

5 plantas medicinais que tratam problemas de saúde

Massa de mandioca uma receita de dar água na boca
Culinária

Massa de mandioca uma receita de dar água na boca

Sofá 2 Lugares: O que Considerar Para Comprar o Sofá Ideal
DECORAÇÃO

Sofá 2 Lugares: O que Considerar Para Comprar o Sofá Ideal

Nem só de álcool se faz um bom coquetel; aprenda a usar os mixers
BEBIDAS

Nem só de álcool se faz um bom coquetel; aprenda a usar os mixers

Remédio caseiro para queda de cabelo: 8 opções naturais e potentes
Boa Dica

Remédio caseiro para queda de cabelo: 8 opções naturais e potentes

Os melhores hidratantes para os pés: confira minha seleção para pele ressecada
BELEZA

Os melhores hidratantes para os pés: confira minha seleção para pele ressecada

Truques simples e rápidos para deixar o forno brilhante por mais tempo
Boa Dica

Truques simples e rápidos para deixar o forno brilhante por mais tempo

Denúncia: Cestas Básicas em troca de apoio eleitoral em Marataízes
Escolha uma categoria

Denúncia: Cestas Básicas em troca de apoio eleitoral em Marataízes

Movimento Negro do Espírito Santo contesta protocolo que libera uso de Cloroquina
CIDADANIA

Movimento Negro do Espírito Santo contesta protocolo que libera uso de Cloroquina

Alfredo Chaves recebe primeiro Centro de Distribuição de Revsol
Infraestrutura

Alfredo Chaves recebe primeiro Centro de Distribuição de Revsol

Guarapari diz que recursos federais para Covid-19 são insuficientes
PANDEMIA

Guarapari diz que recursos federais para Covid-19 são insuficientes

Estagiários produzem mudas de arvores nativas para reflorestamento
Meio Ambiente

Estagiários produzem mudas de arvores nativas para reflorestamento

Segunda edição da
CAPACITAÇÃO

Segunda edição da "Oficina Ela Pode finanças" será neste sábado (11), em Kennedy

Oficinas artísticas virtuais alcançam 350 participantes
Educação

Oficinas artísticas virtuais alcançam 350 participantes

Morre jornalista Joacyr Pinto, fundador da Revista 7 Dias
Cidade

Morre jornalista Joacyr Pinto, fundador da Revista 7 Dias

Servidores ativos e aposentados em Anchieta irão receber direitos de progressão
Administração

Servidores ativos e aposentados em Anchieta irão receber direitos de progressão

Com Bolsonaro e Mourão, Amazônia tem maior destruição da década
Meio Ambiente

Com Bolsonaro e Mourão, Amazônia tem maior destruição da década

Vídeos
-->