Menu

Home Cachoeiro de Itapemirim Meio Ambiente

Mostra cultural sobre Saneamento Básico reúne trabalhos de 540 alunos do ensino infantil

Por | 14.11.2018

 

 

Com muita música, dança, apresentação de paródias e desfiles mesclando sustentabilidade e meio ambiente, alunos da educação infantil de sete escolas da rede municipal e privada de ensino de Cachoeiro de Itapemirim participaram do encerramento do Programa Cuidar Mais no último sábado, dia 10 de novembro, na Mostra Cultural Cuidar Mais. Cerca de 540 alunos, de 4 e 5 anos, mostraram para familiares e comunidades o que aprenderam sobre saneamento básico por meio da cultura e da arte, em um evento desenvolvido pela BRK Ambiental em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Seme).

 

O evento ocorreu no Ginásio Poliesportivo Theodorico de Assis Ferraço (Ferração), no bairro Aeroporto, e teve entrada gratuita. Participaram turmas de estudantes de quatro a cinco anos de idade, das seguintes instituições: Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Waldir Furtado Amorim, EMEB Padre Gino Zatelli, EMEB Dolores Gonzalez Villa, EMEB Jose Pinto, EMEB Maria Siloti e EMEB Padre Jefferson Luiz de Magalhães, além do Instituto de Pesquisas Educacionais (IPE).

 

De acordo com a coordenadora pedagógica da Secretaria Municipal de Educação de Cachoeiro de Itapemirim, Jocimara Marin Bravin, a escola tem papel fundamental de despertar nas crianças, desde a Educação Infantil, a consciência de preservar o meio ambiente. “A partir do momento em que a criança se percebe como agente transformador do meio em que vive, ela não se torna passiva diante dos problemas sociais e ambientais e começa a adquirir consciência da importância da preservação desde pequena. Com isso, repassa para sua família e para outras pessoas com quem convive o que aprendeu”, ressalta.

 

Para a apresentação realizada na mostra cultural, a EMEB Padre Jefferson Luiz de Magalhães desenvolveu um projeto pedagógico com materiais recicláveis, em que as crianças produziram brinquedos e fantasias, com a ajuda da família, utilizando materiais que iriam para o lixo. “Trabalhamos também a coleta seletiva e fizemos uma horta sustentável. Desenvolver na mais tenra idade um protejo como esse permite que as crianças já cresçam com sensibilidade de cuidar do planeta e repassem o conhecimento adquirido para as famílias”, afirma agestora da EMEB Padre Jefferson Luiz de Magalhães, Polyana Fim Pacheco.

 

A professora da EMEB Doroles Gonzalez Villa, Sandra Malheiros Ramos, conta que durante o programa foram trabalhados a importância da água no organismo, os alimentos ricos neste líquido e a necessidade da economia do recurso hídrico. “As crianças responderam bem a tudo o que fizemos e ainda descobriram que todos os seres vivos dependem da água”, acrescenta.

 

A gestora da escola EMEB Padre Gino Zatelli, Beigler Rabbi, conta que o tema da apresentação dos alunos na mostra cultural veio porque as crianças se incomodaram com um lixão localizado próximo ao colégio, causado pelo descargo de resíduos antes do horário da coleta de lixo. A reclamação gerou uma parceria com a BRK Ambiental e a Secretaria de Educação. Foram feitas mais coletas de lixo na comunidade, houve plantio de árvores e foram distribuídos panfletos com os horários em que o caminhão passava.

 

“Houve uma mudança de hábitos na comunidade muito grande, para melhor. Hoje, as crianças cobram bastante os moradores, como se fossem fiscais. Trabalhar a temática da educação ambiental com elas desde pequenas é importante porque já passam a criar hábitos sustentáveis e os outros professores somente darão continuidade ao ensino do assunto”, ressalta a gestora Beigler Rabbi. Na mostra, os alunos apresentaram a importância de retirar os resíduos sólidos do meio ambiente, por meio da dança de um sapinho que recolhia lixos e os distribuía em caixinhas de cores diferentes, simbolizando a coleta seletiva.

 

De acordo com o diretor da BRK Ambiental, Bruno Ravaglia, a proposta do Programa Cuidar Mais é apresentar para os alunos, de forma lúdica e com uso de brincadeiras, que a relação com os recursos naturais deve ocorrer de forma equilibrada e sustentável. “É preciso que as crianças comecem, desde cedo, a aprender que o futuro do meio ambiente depende de suas atitudes, e que isso irá interferir diretamente em suas vidas. O programa busca contribuir para a transformação social e ambiental em Cachoeiro de Itapemirim”, defende.

 

 

Comentários Facebook


Confira nossa última Edição
e fique informado!

 

Edição 271

Junho / 2018

  Todas as Edições

Leia na Edição Impressa


40ª Corrida de São Pedro contou com mais de mil participantes P. 08
Polícia Federal investiga tramas políticas em Itapemirim P. 4
Falso professor é desmascarado em Marataízes P. 7
Agência do Bandes Fundesul Presidente Kennedy já tem data para inaugurar P. 5

Atendimento

  (28) 99916-0361

  ojornal@ojornalonline.com.br

 

Rua Helena Valadão, 59
Cidade Nova
Marataizes - ES
CEP: 29.300-000

O Jornal Online

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

 

© 2017 O Jornal Online. Todos os direitos reservados.