Menu

Home Mundo Aconteceu no Mundo

Brasileiro desaparece em Portugal após mal estar

Erick Pereira, de 36 anos, vivia em Setúbal e está desaparecido há uma semana

Por Redação | 13.11.2019

 

Na última terça-feira (5), o brasileiro Erick Pereira, de 36 anos, que vive em Setúbal, Portugal, desapareceu após sofrer um mal estar. De acordo com amigos próximos ao homem, ele teve um desentendimento na casa onde alugava um quarto e acabou indo dormir no local onde trabalhava, porém em seguida passou a mostrar um comportamento psicótico.

Vânia, uma amiga que trabalha com Erick, contou que ele chegou a ser levado para um hospital, onde foi encaminhado para o setor psiquiátrico, mas teria fugido. Depois, no último sábado (9), foi encontrado e levado para casa de outra amiga, onde disse que via vultos e que era perseguido por um carro vermelho.

"Ele foi encontrado em Lisboa, foi para casa de uma amiga onde tomou banho, jantou e passou a noite acordado. Depois pediu pra ir a polícia mas ao chegar no local ele saiu correndo dizendo pra não irem atrás dele, pois iria se jogar na frente do carro. Ele não está bem", disse.

Nesta segunda-feira (11), Vânia contou que recebeu uma informação de que ele teve uma crise de pânico e estava na região do aeroporto de Lisboa. A amiga foi até o local, conversou com a polícia e pessoas que estavam na região, mas ninguém deu informações sobre o rapaz. 

 

 

Comentários Facebook


Confira nossa última Edição
e fique informado!

 

Edição 271

Junho / 2018

  Todas as Edições

Leia na Edição Impressa


40ª Corrida de São Pedro contou com mais de mil participantes P. 08
Polícia Federal investiga tramas políticas em Itapemirim P. 4
Falso professor é desmascarado em Marataízes P. 7
Agência do Bandes Fundesul Presidente Kennedy já tem data para inaugurar P. 5

Atendimento

  (28) 99916-0361

  ojornal@ojornalonline.com.br

 

Rua Helena Valadão, 59
Cidade Nova
Marataizes - ES
CEP: 29.300-000

O Jornal Online

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

 

© 2017 O Jornal Online. Todos os direitos reservados.