Menu

Home Brasil Conflitos

Dois indígenas são mortos em atentado no Maranhão

O crime aconteceu às margens da BR-226, entre as aldeias Boa Vista e El Betel

Por Folhapress | 07.12.2019

 

Dois indígenas da etnia guajajara morreram e ao menos outros quatro foram baleados neste sábado (7), em um atentado no município de Jenipapo dos Vieiras (MA), a 506 km ao sul de São Luís.

O crime aconteceu às margens da BR-226, entre as aldeias Boa Vista e El Betel. Os tiros foram disparados a partir de um carro, segundo testemunhas. Os mortos são Raimundo Guajajara e Firmino Guajajara. Ninguém havia sido preso até a publicação deste texto.

Com as mortes, sobre para três o número de guajajaras assassinados neste ano. Em 1º de novembro, Paulino Guajajara, 26, do grupo de fiscalização "Guardiões da Floresta", foi morto com um tiro na Terra Indígena Arariboia.

"Esse crime está dentro dessa escalada dos crimes de ódio. As pessoas estavam em um carro e passaram atirando e queriam matar o quanto podiam. É esse crime de ódio que está em curso pelo Brasil, estimulado pelo discurso de governo, que aumenta o racismo e o ódio contra os indígenas", disse à reportagem Sônia Guajajara, coordenadora da Apib (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil).

O Governo do Maranhão mobilizou as polícias Civil e Militar e a Secretaria de Estado dos Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop) para acompanhar o caso.

 

 

Comentários Facebook


Confira nossa última Edição
e fique informado!

 

Edição 271

Junho / 2018

  Todas as Edições

Leia na Edição Impressa


40ª Corrida de São Pedro contou com mais de mil participantes P. 08
Polícia Federal investiga tramas políticas em Itapemirim P. 4
Falso professor é desmascarado em Marataízes P. 7
Agência do Bandes Fundesul Presidente Kennedy já tem data para inaugurar P. 5

Atendimento

  (28) 99916-0361

  ojornal@ojornalonline.com.br

 

Rua Helena Valadão, 59
Cidade Nova
Marataizes - ES
CEP: 29.300-000

O Jornal Online

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

 

© 2017 O Jornal Online. Todos os direitos reservados.