Menu

Home Itapemirim Agropecurária

Novilhas embrionadas são distribuídas à produtores de leite de Itapemirim

Por Redação | 19.12.2019

 

Dentro do programa de melhoria da qualidade do leite, serão distribuídas 700 novilhas com o gene A2A2 

A Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Semader) sorteou na tarde desta quarta-feira (18), a primeira remessa de novilhas embrionadas aos pecuaristas cadastrados no Programa de Distribuição Gratuita de Ração Farelada de Itapemirim. O sorteio foi realizado no Parque de Exposições da cidade.

 

De acordo com o titular da Pasta, Luciano Henriques, o Projeto de Melhoramento Genético Avançado (MGA) distribuirá, gratuitamente, até duas novilhas prenhes de embriões femininos A2A2, aos produtores de leite e tem por objetivo, a geração de emprego e renda para o homem do campo.

 

“É objetivo do governo municipal, ao presentear o produtor, gerar empregos, porque na produção de leite, teremos mais dinheiro circulando nos comércios do campo e da cidade. E esse retorno é muito rápido. Temos novilhas que dentro de 15 dias estará com cria, ou seja, haverá mais leite para ser comercializado. Quanto mais se produz, mais empregos serão gerados e maior será a arrecadação de impostos para o município”, ressalta Luciano.

 

Presente ao evento, o prefeito de Itapemirim, Thiago Peçanha Lopes, enfatizou a importância do Projeto MGA: “é um momento ímpar na história do nosso município e estamos muito felizes em comemorar esta conquista inédita. Convido a todos os produtores de leite a estarem conosco e celebrarmos essa era tão promissora em Itapemirim”. O prefeito disse ainda que o MGA é um projeto multiplicador, econômico e social, pioneiro e único no país até o momento.

 

Segundo o veterinário, Rômulo Sobrosa, a entrega das novilhas embrionadas com o gene A2A2 é um marco na história de Itapemirim e inédito na região, uma vez que não há registro que nenhuma prefeitura do país tenha feito doação de animais para esta finalidade, o que representa um avanço em mais de 20 anos de tecnologia no Brasil.

 

RESULTADOS ECONÔMICOS

As 700 novilhas incrementarão três milhões de litros de leite x R$ 1,35 no primeiro ano. Já no 3° ano as novilhas de hoje, junto às bezerras resultantes de técnica da fertilização in vitro (FIV), produzirão por ano mais de nove milhões e trezentos mil litros do produto. No 4° ano, com todas as fêmeas produzindo, o somatório superará os quinze milhões de litros de leite, sendo que os animais atuais e outros nascidos ultrapassarão três mil e cem cabeças.

 

Esses animais são mais valorizados geneticamente, criando e aumentando demandas comerciais no município, além de produzirem mais leite como matéria prima que possibilitará o surgimento de pequenas agroindústrias locais, oportunizando maior movimento nos comércios do setor, como lojas agropecuárias, por exemplo.

 

RESULTADOS SOCIAIS

Um dos focos deste projeto, enquanto resultado social, é manter e ampliar o ponto central na aptidão de centenas de famílias de Itapemirim. Para cada família que produz leite são, no mínimo, três pessoas envolvidas e beneficiadas. Por fim, destacam-se a geração de empregos e a fixação de muitos estímulos para a continuação de jovens em atividades no setor na sucessão familiar.

 

 

Comentários Facebook


Confira nossa última Edição
e fique informado!

 

Edição 271

Junho / 2018

  Todas as Edições

Leia na Edição Impressa


40ª Corrida de São Pedro contou com mais de mil participantes P. 08
Polícia Federal investiga tramas políticas em Itapemirim P. 4
Falso professor é desmascarado em Marataízes P. 7
Agência do Bandes Fundesul Presidente Kennedy já tem data para inaugurar P. 5

Atendimento

  (28) 99916-0361

  ojornal@ojornalonline.com.br

 

Rua Helena Valadão, 59
Cidade Nova
Marataizes - ES
CEP: 29.300-000

O Jornal Online

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

 

© 2017 O Jornal Online. Todos os direitos reservados.