Menu

Home Estado História

Arquivo Público lança no Palácio Anchieta o livro “Jerônimo Monteiro: sua vida e sua obra”

Por Redação | 17.03.2018

 

A trajetória histórica de Jerônimo Monteiro é o tema do livro que o Arquivo Público do Estado do Espírito Santo (APEES) lança na segunda-feira (26), no Palácio Anchieta, às 18h30. A obra é uma versão ampliada da original, publicada em 1979, pela historiadora Maria Stella de Novaes. A nova edição traz um capítulo extra sobre a autora e a sua atuação na cultura capixaba, além da reprodução de diversas fotografias da época pertencentes ao acervo da instituição. O livro será distribuído gratuitamente no evento.

 

Jerônimo Monteiro nasceu em Cachoeiro de Itapemirim e foi governador do Estado nos anos de 1908 a 1912. O secretário de Estado da Cultura, João Gualberto Vasconcellos, destaca que é no contexto da modernização republicana, imersa no imaginário do coronelismo, que é preciso compreender a personalidade política do biografado. Foi ele, por exemplo, quem liderou o processo de reformulação urbanística da cidade de Vitória. “Modernidades como a luz elétrica, o esgotamento sanitário, os bondes elétricos, os novos cemitérios, a água encanada e tantas outras foram obras suas. Um grande modernizador, sem dúvida”, afirma.  Gualberto ressalta que o livro traz dados de grande valia para os que desejam compreender melhor o que se passava no Espírito Santo.

 

Para o diretor-geral do Arquivo Público, Cilmar Franceschetto, a publicação é uma dupla homenagem, tanto à Jerônimo Monteiro, que promoveu o desenvolvimento e a estruturação de diversos setores urbanos e agrários, quanto à historiadora Maria Stella de Novaes, cujos escritos e estudos constituem um importante legado à cultura e à memória do Estado. “O livro perpassa desde as origens da família Monteiro. O nascimento e infância do governador. As principais características do Espírito Santo nos aspectos sociais e econômicos. As reformas empreendidas por ele e as repercussões do seu falecimento. Certamente uma fonte de informações e pesquisas de forte peso e relevância para a história política capixaba”.

 

Maria Stella de Novaes

A historiadora Maria Stella de Novaes nasceu na cidade de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro, em 13 de agosto de 1894, e faleceu em 1981. Estudou no Colégio Nossa Senhora da Penha, em Cachoeiro de Itapemirim, e Nossa Senhora Auxiliadora, em Vitória. Fez cursos de pintura, piano, violino, francês, inglês, italiano, pedagogia, filosofia e liturgia. Foi professora de desenho, caligrafia, ciências naturais e história. Representou o Espírito Santo em diversos congressos e recebeu prêmios e condecorações. Foi membro do Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo e uma das fundadoras da Academia Feminina Espírito-Santense de Letras. Publicou livros sobre botânica, pedagogia, história, folclore e literatura.

 

 

Comentários Facebook


Confira nossa última Edição
e fique informado!

 

Edição 271

Junho / 2018

  Todas as Edições

Leia na Edição Impressa


40ª Corrida de São Pedro contou com mais de mil participantes P. 08
Polícia Federal investiga tramas políticas em Itapemirim P. 4
Falso professor é desmascarado em Marataízes P. 7
Agência do Bandes Fundesul Presidente Kennedy já tem data para inaugurar P. 5

Atendimento

  (28) 99916-0361

  ojornal@ojornalonline.com.br

 

Rua Helena Valadão, 59
Cidade Nova
Marataizes - ES
CEP: 29.300-000

O Jornal Online

 

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação sem autorização.

 

© 2017 O Jornal Online. Todos os direitos reservados.