Região Sul/ES,


Busca

Por Basílio Machado

O voo da Cysne

16.09.2021

 

O voo da Cysne

Na medida em que o debate político eleitoral toma corpo em nível nacional, aqui no Estado a coisa vai indo por gravidade pelo mesmo caminho. Essa antecipação, ao meu ver, beira à irresponsabilidade frente os desafios econômicos, climáticos e de saúde pelos quais o país atravessa. Mas é o que temos à mesa, a nossa banana da terra.

No sul do Estado, percebe-se que o governador Renato Casagrande (PSB) segue colocando o pé nas portas que estavam entreabertas, por onde poderiam entrar seus adversários. Tem feito isso sem titubear e de várias formas: ora inaugurando ou repassando recursos aos prefeitos para obras de impacto local, ora oxigenando sua administração com lideranças consolidadas ou mesmo via conversas ao pé do ouvido. O fato é que Big House não tem brincado em serviço.

Uma dessas apostas foi a escolha da ex-prefeita de Mimoso do Sul, Flávia Cysne, para gerenciar a regional sul da Aderes, órgão que tem a missão de aproximar o governo do pequeno empreendedor. Diga-se de passagem, uma turma que vem passando sufoco há ano e meio por causa da bruxa pandêmica. Ou seja, Flávia tem a missão de dar apoio ao sujeito que precisa colocar seu produto no mercado, mas não dispõe de recursos, oportunidade ou mesmo de informações para tanto.

Duas vezes prefeita de Mimoso do Sul e símbolo regional do empoderamento político feminino, aliás, uma causa à qual sempre se dedicou, a nova gestora da Aderes terá um amplo território para atender. De Cachoeiro aos municípios do Caparaó, passando por todo o litoral sul, a Aderes abre para Flávia Cysne um novo flanco político e uma boa oportunidade de consolidar os projetos do governo para uma clientela que quer prosperar e espantar uma outra bruxa, a da miséria e da desesperança.

Tarefa difícil. Contudo, conhecimento político ela tem. Experiência de gestão público-administrativa, tem também. Carisma e simpatia para lidar com o povo, tem de sobra. Se tiver apoio concreto do governador, vai retribuir à altura a confiança que lhe foi dada, não tenho dúvida alguma disso. Às vezes falo aqui que tem furo no casco dos navios de Casagrande, mas pelo menos esse ele deixou em porto seguro. Até porque, Cysne voa.

Até!

Vídeos
-->