Região Sul/ES,


Busca

Por Paulo Hayashi Jr

Tolstói e o reino interior

03.08.2022

Excepcional escritor universal, Liev Tolstói foi também uma das grandes almas que compreendeu o cristianismo. Não o culto externo as convenções sociais, mas as práticas de amor, perdão e caridade que se faz no altar interior. 

Nascido em uma família aristocrata e devido ao falecimento dos seus genitores, ele aprendeu desde cedo o valor das virtudes e da moral como degraus para ascensão humana. Escritor famoso por meio de seus romances "Guerra e Paz" e "Anna Karenina", Tolstói sempre se manteve em contato com os camponeses, os quais serviam como exemplo de vida de trabalho e superação. Essa última vinha não pela retirada artificial dos obstáculos, mas pelo reforço do vigor e da expressão da vontade. Superar as dores e as dificuldades para realização do bem e a espontaneidade da ação é assim que os camponeses agiam. E, nesta naturalização da ação e do bem comum que o escritor percebe o projeto de perfectibilidade humana. Não é um projeto planejado racionalmente, mas feito através da inspiração em Cristo e de seguir as intuições para os valores do alto. De agir para as práticas das virtudes excelsas, não as regras convencionais. 

Para Tolstói, o reino de Deus está dentro de nós e cabe a cada um dar continuidade neste desenvolvimento. A renovação pessoal e o aprimoramento são as medidas para exteriorização deste domínio onde a paz e o amor são os principais convidados. Através da conquista íntima, o espelhamento ocorre de modo gradual, natural e angélico.

Vídeos
-->